Lifting – Ritidoplastia Pós-operatório

CUIDADOS

Não baixar a cabeça. Dormir recostado (a) sobre almofadas, formando um ângulo de 45 graus durante a primeira semana e de 30 graus, na segunda semana. O paciente não deverá deitar de lado, dormindo com dois travesseiros até um mês após a Ritidoplastia.

A maquiagem das pálpebras está liberada após dez dias da cirurgia. Para os lábios (batom), em três dias. A maquiagem completa poderá ser feita após a remoção dos pontos.

Durante os oito primeiros dias deverá ser feito repouso relativo.

Aplicar compressas geladas sobre os olhos (gazes úmidas em soro).

Obedecer às prescrições da equipe cirúrgica. Em caso de dúvida, entre em contato com o cirurgião plástico.

Retornar ao consultório para remoção ou troca dos curativos, nos dias e horários programados.

O edema do rosto crescerá até o segundo dia depois da cirurgia. A partir daí, começa a regredir, apresentando um aspecto natural por volta do oitavo dia.

Exposição ao sol deverá ser feita apenas após trinta dias, gradativamente, após a cirurgia.

As atividades físicas leves poderão ser retomadas após trinta dias.

Só utilize analgésicos recomendados pelo seu médico.

DOR

No pós-operatório é raro o paciente sentir dor. Caso ocorra, analgésicos comuns resolverão o desconforto. É possível uma perda momentânea da sensibilidade ao redor da orelha, revertida gradativamente.

PONTOS

Após sete dias da realização do Lifting, são removidos os pontos das pálpebras. Quatorze dias depois, das demais regiões.

RECUPERAÇÃO

Manchas roxas podem surgir após o procedimento, em função da infiltração do sangue na pele, decorrentes do trauma cirúrgico. Fato que é considerado uma ocorrência comum, temporária e reversível. Estas manchas aparecem na face anterior e posterior à orelha, normalmente, começam a clarear após 48 horas e, após quatorze dias, a maioria desaparece.

COMPLICAÇÕES

Eventualmente são registrados imprevistos na evolução do quadro pós-cirúrgico, como cicatriz hipertrófica ou quelóide (por predisposição do paciente) hematoma e necrose (mais comum em fumantes).

MITOS E VERDADES

O grau de rejuvenescimento não é ilimitado, estando restrito às condições da pele e outras alterações decorrentes da idade do paciente.

RESULTADO

O Lifting proporcionará ao paciente certo grau de rejuvenescimento, sem adiar o processo de envelhecimento, que segue, mas a partir de uma nova etapa, renovada.

CURATIVOS

Na recuperação anestésica é usado um curativo oclusivo leve (estilo um capacete), que será retirado antes da alta do paciente. Permanecerão apenas as fitas microporosas no canto externo dos olhos e na frente das orelhas.

CICATRIZ

As cicatrizes ficam, normalmente, sob o couro cabeludo e as incisões na frente da orelha resultam em linhas avermelhadas que clareiam com o passar dos meses, tornando-se praticamente imperceptíveis. As cicatrizes podem ser disfarçadas com penteados adequados e maquiagem. Pruridos (coceiras), ardor ou insensibilidade são de ocorrência eventual e temporária sobre as cicatrizes.

EXERCÍCIOS

Evitar a exposição da cabeça ao sol, assim como os exercícios intensos durante no primeiro mês. A retomada dessas atividades deverá ser gradual e com orientação do cirurgião plástico.

TRABALHO

O inchaço e a rouxidão da face e pálpebras poderão limitar o retorno ao trabalho e o convívio social. Após quatorze dias, esses sintomas já desaparecem. A maquiagem pode ser liberada de sete a quatorze dias do pós-operatório, auxiliando no disfarce dos vestígios do procedimento, facilitando a vida social.

BANHO

Após o segundo dia, os cabelos poderão ser lavados com xampu neutro (ou infantil), sendo penteados com delicadeza. O secador deve ser evitado. Como os cabelos são cortados somente onde se localizam as cicatrizes, essas falhas são perfeitamente disfarçadas com os penteados adequados.